Valor Agregado: O que é e Como Aumentar o Seu

Curtiu o post? Então compartilhe!

Se você é empreendedor, certamente já ouviu falar de um termo comum na área: valor agregado. Mas você realmente sabe o que é?

Primeiramente, o conceito de valor agregado é muito simples: tudo aquilo que o cliente recebe junto com o produto ou serviço. 

Basicamente, podemos definir de uma maneira ainda mais simples: agregar valor é dar um salto de qualidade em uma ou mais características, do produto ou serviço.

Apesar de ser algo simples, e completamente benéfico para o empreendedor e para a empresa. São poucas pessoas que aplicam essa filosofia no seu negócio, por dois motivos:

  • Primeiro: por falta de conhecimento e informações sobre o assunto;
  • Segundo: porque muitos empreendedores acham que é necessário investir muito dinheiro para agregar valor. 

Apesar disso, não passa de ignorância sobre o assunto. Nem sempre agregar valor demanda muito investimento.

As vezes investir em marketing pode aumentar o valor agregado do teu negócio.

Existem muitos casos onde simplesmente basta uma idéia criativa e de simples implantação pode ter um resultado extraordinário na busca da satisfação do cliente e na construção de uma imagem competitiva.

Apesar disso, para agregar valor, é necessário que o empreendedor conheça profundamente o cliente, suas vontades, seus hábitos e seus valores.

Valor agregado do produto

Primeiramente, todos os bens produzidos pela sua empresa possui um valor de mercado, certo? Apesar disso, o valor que realmente importa é o da percepção do cliente.

O preço do produto ou serviço se traduz no custo para o cliente. Consequentemente, ao pagar um preço padronizado ele irá preferir um bem que tenha maior valor agregado.

O valor agregado é a percepção que o cliente tem de um produto ou serviço que atenda seu conjunto de necessidades considerando o benefício X preço em comparação com um bem disponível na concorrência.

É qualidade somada (bom atendimento, facilidades ofertadas, nível de relacionamento e um bom trabalho no pós-venda) agregado a um produto ou serviço. Um diferencial que na percepção do cliente justifica sua escolha entre demais bens substitutos ofertados no mercado. 

Podemos, chegando a uma concepção simplista, concluir que para identificar o valor agregado do produto precisamos somar os seguintes elementos:

  • Qualidade somada da empresa + qualidade do produto = valor agregado do produto

Você já entendeu que o valor agregado do produto trata-se do ato de trazer vantagens ao consumidor que vão além do produto em si. 

Isso também pode ser definido em uma outra simples equação: 

  • Valor Agregado = Benefício – Custo.

Para agregar valor ao seu produto, você precisa focar apenas em um dos dois pontos acima: benefício ou custo. 

Pesquisas mostram que o ato de querer estar nos dois lados ao mesmo tempo acaba retardando o processo e deixando o empreendimento em uma posição onde não existe uma real definição da estratégia utilizada.

Benefício

Trabalhar com foco no benefício gerado pelo produto ao consumidor é a escolha mais difícil.

Apesar disso, é a que traz mais prestígio ao empreendimento e pode ser também a mais lucrativa pela sua relação com a exclusividade e singularidade dos produtos ou serviços oferecidos. 

É comum ver negócios que tem esse objetivo em mente se tornarem gigantes do mercado.

Mesmo com um número menor de vendas, são reconhecidos pela altíssima qualidade em seus produtos, pelo serviço de relacionamento com o cliente diferenciado oferecido ou por uma boa construção de imagem pública.

Custo

Agregar valor através de custo implica na diminuição da margem de lucro para se ter um preço mais competitivo e gerar renda proveniente do alto fluxo de vendas. 

Na maioria das vezes, essa estratégia acarreta produtos com uma menor qualidade e menos personalizáveis.

Apesar de tudo, independente do tipo de estratégia usada, um bom tratamento, relacionamento com o cliente é extremamente necessário.

Por isso que a maioria que trabalham o pós-vendas do seu negócio conseguem agregar valor mesmo com produtos de custo alto.

4 dicas para aumentar o valor agregado

Quer aumentar o valor agregado do seu produto e serviço? Então veja essas dicas. 

1- Conheça o mercado

O mercado consumidor é instável. Para evitar se enganar, é necessário realizar um estudo para analisar como acontecem as relações entre clientes e empresas em seu ramo de atuação.

Fique atento para descobrir quais são as necessidades de seu público-alvo e crie campanhas de marketing adequadas e atrativas. Além disso, é extremamente válido acompanhar como seus concorrentes lidam com seus problemas. 

2 – Treine sua equipe

Para que uma empresa tenha sucesso, é necessário ter um time de profissionais bem capacitados e treinados.

Eles devem utilizar as técnicas e estratégias mais modernas em suas atividades para agregar valor à sua produção.

Ou seja, promova constantemente cursos e treinamentos visando aumentar a qualidade e a produtividade em sua empresa. Certamente isso irá agregar valor ao seu produto.

3 – Diálogo 

Um empresário de sucesso deve criar um ambiente de trabalho em que todos possam dialogar, trocar informações e sanar dúvidas em relação ao processo produtivo de maneira rápida e clara.

Consequentemente, mostre que todos são importantes e necessários e escute o que eles têm a dizer em relação à sua gestão. Além disso, esteja aberto também ao negociar com seus fornecedores. 

4 – Processo produtivo

Todo empreendimento têm algo em comum: sempre há algo a ser encontrado e aprimorado em suas gestões.

Um empreendedor que quer aumentar o valor de mercado de seus produtos analisa todos os processos e atividades existentes em sua empresa. Com isso, ele pode encontrar problemas e solucioná-los corretamente.

Seu valor agregado é parte da saúde do seu negócio.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe um comentário