Como Calcular o Lucro de Uma Empresa

Curtiu o post? Então compartilhe!

Classifique este post
[Total: 1 Média: 5]

Quase sempre quando abrimos uma empresa, temos em mente uma série de desejos e sonhos.  

Porém, para que possamos alcançar essas metas, um item é essencial. 

E mesmo que não seja o único ponto, acompanhar e avaliar a lucratividade da empresa é essencial para o sucesso. 

No entanto, o grande problema é que ainda temos muitas dúvidas sobre como calcular a margem de lucro de um produto ou serviço e saber se o caminho que vem sendo traçado é o correto ou não.

Pensando nisso, e para esclarecer essas dúvidas, neste artigo, você irá saber como calcular o lucro de uma empresa corretamente. 

Vamos lá? 

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

  • Afinal, porque calcular a margem de lucro?
  • Rentabilidade por cliente
  • Como calcular a margem de lucro 
  • Como calcular lucro de microempresa
  • Como fazer uma DRE?
  • Como calcular o lucro anual de uma empresa?

Afinal, porque calcular a margem de lucro?

Para que você consiga saber como está as entradas e saídas de valores, é essencial que você saiba qual é a margem de lucro. 

O lucro apenas não é o suficiente para servir como um indicativo, diferentemente da margem. 

Por exemplo, um banco, ao realizar um empréstimo, por exemplo, vai solicitar ao empreendedor sempre a sua lucratividade (percentual) e não o valor exato de quanto a empresa lucrou no período. 

Isso acontece porque o valor de seu lucro é uma informação muito subjetiva. 

Digamos que sua empresa pode ter faturado em uma venda R$ 5.000 e, em contrapartida, ter gasto R$ 4.800 para realizá-la. 

Ou seja, a sua margem de lucro foi de apenas 4%. 

Conseguiu entender como esse valor oferece uma visão muita mais realista de sua lucratividade do que apenas o lucro em si?

Rentabilidade por cliente

Agora que você já entendeu como funciona a base de lucro, precisa saber da rentabilidade de cada cliente para melhorar essa margem de lucro.

Para isso, você deverá identificar se há algum contrato rendendo mais ou menos do que a média, puxando a lucratividade para baixo.

Aqui você deve elencar os custos, receitas e margens de lucro para cada um dos clientes, dividindo igualmente entre eles as despesas fixas e variáveis mais gerais.

Neste caso, a ideia é que vale a pena cuidar de detalhes da análise para ter um panorama mais preciso da realidade com uma gestão financeira da empresa e conseguir assim, trazer resultados positivos.

Como calcular margem de lucro?

Primeiramente, você sabe o que é margem de lucro?

Basicamente é a diferença entre o faturamento obtido com as vendas de um produto ou serviço e os custos de execução do trabalho. 

Lucro bruto = receitas totais – custos

Consequentemente, a margem de lucro bruta é um valor percentual obtido da relação entre o lucro bruto e a receita total.

Margem de lucro = lucro bruto / receitas totais

Apesar de simples, você quer um exemplo para que os conceitos fiquem claros na sua cabeça?

Imagine uma empresa de locação de equipamento para a construção civil.

O aluguel de uma escavadeira custa R$ 500. Em contraste, os custos diretos com pessoal e infraestrutura são de aproximadamente R$ 350. Ou seja, podemos dizer que seu lucro bruto foi de R$ 150.

Acima de tudo, a margem de lucro será a divisão dos R$ 150 de lucro bruto pelos R$ 500,00 de receita. Cerca de 30%. 

Margem de lucro bruta x margem de lucro líquida

Além da margem de lucro bruta, existe a margem de lucro líquida.

Aqui não se abate apenas os custos de produção, como também os impostos em geral e os custos fixos do empreendimento.

Por exemplo: impostos sobre faturamento, tributação e encargos sobre folha e outros, aluguel ou manutenção da sede, telefone, água, luz, Internet e despesas com pessoal administrativo. 

Em outras palavras, o lucro líquido de um serviço ou de um produto é obtido a partir do lucro do bruto, menos tributação e despesas fixas e variáveis. 

Margem líquida = Lucro líquido após os impostos / Receita total x 100.

Como calcular lucro de micro empresa?

Para que você possa entender como calcular a margem de lucro mais facilmente, vamos usar um exemplo simples e prático. 

Digamos que sua empresa tenha gerado uma receita total de R$ 20 mil no final do mês. 

Neste caso, ao avaliar todos os custos, você chega à conclusão de que gastou R$ 7 mil para todas as suas operações, resultando assim, um lucro de R$ 13 mil, certo?

Para saber como calcular a margem de lucro desse suposto caso, precisaremos realizar a seguinte operação: divida o resultado (lucro ou prejuízo) pela receita total e multiplique tudo por 100. Vamos lá!

  • Receita total – R$ 20.000
  • Custos totais – R$ 7.000
  • Lucro – R$ 13.000
  • Margem de lucro – (13.000/20.000) x 100 = 65%  

Este resultado positivo de 65% para o nosso exemplo é o número que o empreendedor tem como base de sua lucratividade, servido para investimentos, empréstimos, entre outros fatores.

Como descobrir se um empreendimento está tendo lucros suficientes ou não.

Agora que você já entendeu não apenas como calcular o lucro bruto, mas também calcular a margem de lucro, chegou o momento de entender como descobrir se um empreendimento está tendo lucros suficientes ou não.

Para isso, você deverá fazer uma análise financeira do negócio e calcular o lucro anual da empresa.

DRE

Uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um relatório contábil que ajuda a entender se a empresa teve lucro ou prejuízo, comparando receitas e despesas.

Neste caso, são levados em conta todos os faturamentos, subtraindo o custo das mercadorias ou do serviço. 

Ao subtrair as despesas e acrescentar receitas financeiras, você encontrará o seu lucro, ou prejuízo, antes de impostos.

Depois do pagamento de impostos, você poderá calcular lucro líquido. 

Assim, para elaborar um DRE corretamente você precisará saber onde cada item se encaixa.

Como fazer uma DRE?

Como você pode perceber, uma DRE quebra as despesas em diferentes categorias. 

Neste caso, o subtotal dessas categorias faz com que o empresário saiba onde o dinheiro da sua empresa está sendo alocado.

Essas categorias são:

  • Receita bruta;
  • Impostos;
  • Lucro bruto;
  • Despesas variáveis;
  • Lucro operacional
  • Despesas fixas;
  • Gastos com pessoal.
  • Essas informações precisam ser detalhadas para que o seu controle seja maior.

Como calcular o lucro anual de uma empresa?

Segundo a Endeavour Brasil, lucro operacional é: “o lucro gerado única e exclusivamente pela operação do negócio, descontadas as despesas administrativas, comerciais e operacionais”.

Neste caso, para saber se a lucratividade da empresa está sendo positiva, é preciso chegar ao lucro operacional do seu negócio. 

Caso ele seja negativo, significa que quanto mais você vende, mais dinheiro você perde e, basicamente está pagando para trabalhar.

Entenda agora calcular o lucro operacional:

Lucro operacional = lucro bruto – despesas operacionais + receitas operacionais

De forma detalhada, os itens que compõem essa equação são:

  • Lucro bruto: valor faturado menos o custo de produto ou serviço, sem contar impostos, custos e despesas variáveis;
  • Despesas operacionais: Custos administrativos e relacionados às vendas;
  • Receitas operacionais: é o resultado das vendas que envolvem a atividade-fim da empresa.

Vale lembrar que, as despesas operacionais são os custos administrativos e relacionados às vendas. 

Já as receitas operacionais é o resultado das vendas que envolvem a atividade-fim da empresa os custos variáveis.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *