Arquétipos Para Atrair Clientes: Aprenda a Causar Identificação

Curtiu o post? Então compartilhe!

A definição de arquétipo foi criada pelo psicólogo suíço Carl Jung, sendo usada para os estudos da mente. Ela consiste na ligação direta entre um objeto e o seu conceito. Ou seja, arquétipo é a representação de algo, um modelo de algo formado em nossa mente. 

Para entender melhor, pense no seguinte exemplo: o que vêm à sua mente quando imagina um leão? Provavelmente a sua resposta foi liderança, imponência ou realeza. Esse animal é considerado o rei da selva, sendo percebido como um líder nato. O arquétipo do leão é a liderança, essa é sua representação!

O mesmo acontece quando você imagina um cachorro. A sua mente, inconscientemente, associa o animal ao arquétipo da fidelidade e da amizade. Em contraste, quando você imagina um gato, automaticamente liga o animal ao conceito de independência. 

Você entendeu o conceito de arquétipos? Então agora, antes de mostrarmos como eles podem ser usados para atrair os clientes, você precisa conhecer os doze tipos de arquétipos definidos por Carl Jung.

Veja também:

Arquétipos para atrair clientes

Agora que você sabe o que é um arquétipo e os doze tipos deles, usados por grandes empresas, deve saber como eles podem ser usados para atrair clientes. 

Primeiramente, os arquétipos podem ser apresentados em forma de imagens, símbolos, sons, cheiros e comportamentos.

Além de ser possível associar um arquétipo à uma marca, fazendo com que o cliente associe a empresa a um dos arquétipos mostrados no tópico anterior, a empresa também pode associar algum produto a um arquétipo. 

Quando um produto é associado a um arquétipo, quando o cliente recebe o estímulo, faz a conexão entre os dois automaticamente. Isso é chamado de neuro associação.

Quando se trata de neuro associação, toda a informação contida naquele arquétipo será transferida para o produto. Isso não ocorre necessariamente conscientemente, na verdade acontece no campo do inconsciente. 

Quer um exemplo? Nas feiras de automóvel, um carro exposto está sempre acompanhado de uma modelo apresentando o produto. A intenção é enviar uma mensagem para o subconsciente do público-alvo, no caso homens, que ao comprarem um carro, ele poderá conquistar a mulher dos seus sonhos.

Ou seja, cria-se um arquétipo naquele produto, gerando inconscientemente um desejo do cliente de comprá-lo, mesmo que ele seja mais caro do que o cliente esperava. 

A associação entre arquétipos e produtos não funciona apenas no comércio, mas também são utilizados para induzir comportamentos, como nas:

  • Propaganda de produtos e serviços;
  • Treinamento de pessoas;
  • Análise de perfil comportamental;
  • Entretenimento;
  • Construção de marcas.

Lista dos 12 arquétipos  para atrair clientes

Cada um desses arquétipos nasceu na psicologia, e ainda é usada nesse ramo do conhecimento. Apesar disso, o marketing de empresas adotou o conceito para ser aplicado dentro dos negócios. 

Dito isso, conheça os doze arquétipos, sua definição e um exemplo de empresa que adotou o tipo para ser lembrada de tal forma pelos clientes: 

1 – O inocente

O inocente enxerga bondade em tudo, ou seja, ele projeta coisas boas tanto em si como nos outros. Ele costuma expirar pureza, simplicidade e positividade. Uma empresa que leva esse arquétipo é a Coca-Cola

2 – O Sábio

O arquétipo do sábio deseja estar sempre aprendendo, estando sempre estimulando o ato de pensar. Além disso, ele é aquele que avalia, pensa e mensura. Um exemplo de empresa com esse arquétipo é o TED

3 – O herói

Apesar de sonhador, o arquétipo do herói é focado, corajoso e está sempre em busca dos seus objetivos. Eles se destacam e sempre se superam. Um exemplo de empresa com esse arquétipo é a Nike

4 – O fora da lei

O arquétipo de fora da lei é aquele rebelde, que deseja mudar o mundo e alterar o status quo. Ele, na maioria das vezes, está sempre remando contra a maré. Um exemplo de empresa com esse arquétipo é a Apple.

5 – O explorador

O explorador odeia rotina. Esse arquétipo é muito associado aos jovens, pois está sempre em movimento, quer conhecer o mundo e odeia regras. Uma empresa com esse arquétipo é o Jeep

6 – O mago

O arquétipo do mago está sempre em busca do conhecimento, inclusive sobre as leis fundamentais do mundo. Além disso, ele está sempre concedendo desejos para os outros. Um exemplo de empresa com esse arquétipo é a RedBull

7 – Pessoa comum 

O arquétipo da pessoa comum não quer chamar muita atenção, tomando um papel mais ameno, assertivo e leve perante a sociedade. Uma marca com esse arquétipo é a Havaianas

8 – O amante

Além de valorizar as relações interpessoais, o arquétipo do amante representa o culto ao belo, valorizando a beleza, a sensualidade e a intimidade. Uma empresa com esse arquétipo é a Chanel.

9 – O bobo

O arquétipo do bobo é engraçado, alegre e, principalmente leve. O bobo deseja ser aceito pelo grupo, sendo fácil com sua espontaneidade. Uma empresa com esse arquétipo é a Pepsi

10 – O cuidador

O arquétipo do cuidador está completamente relacionado aos prestadores de serviço. Em resumo, servir as pessoas é o seu maior objetivo. Uma empresa com esse arquétipo é a Amazon

11 – O criador

O arquétipo do criador tem sempre boas idéias, Como não são conformistas, eles sempre tem fortes traços artísticos. Uma empresa com esse arquétipo é a grandiosa Disney

12 – O governante 

O arquétipo do governante está sempre no controle, sendo responsável e um líder nato. Se expressa com muita facilidade e sabe usar a persuasão. Uma empresa com esse arquétipo é a IBM.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe um comentário