Como Vender na Quarentena: 6 Maneiras Para Aumentar o Faturamento!

como vender na quarentena
Curtiu o post? Então compartilhe!

Classifique este post
[Total: 1 Média: 5]

A pandemia de coronavírus (Covid-19) trouxe para o mundo imensos desafios, ou seja, uma crise que exige que as pessoas se transformem em certa medida. Não seria diferente com as empresas, que precisam adaptar o seu modelo de negócio para sobreviver. 

Veja também Gestão de Crise: O que é? Aprenda A Lidar Com o Inesperado!

Seja na forma como vendem, ou até mesmo nas estratégias de marketing, os empreendedores precisam enxergar a crise como uma oportunidade se quiserem se adaptar aos tempos de quarentena. É preciso visualizar onde sua empresa está, o que ela precisa fazer e, principalmente, para onde ela vai. 

O principal desafio, principalmente no Brasil, é enfrentar a crise econômica que nasce em consequência da pandemia. Como manter o fluxo de caixa com essa realidade instável? É necessário descobrir como vender e orientar suas ações de publicidade durante a quarentena. 

Além disso, para conseguir manter (ou aumentar) sua receita mensal, você irá precisar focar nas vendas. Apesar disso, com toda essa instabilidade na economia, alcançar novas vendas será mais difícil. Por isso será necessário a aplicação de novos métodos e estratégias.

Dito isso, como vender na quarentena?

Enquanto houver distanciamento social, a famosa quarentena, as prioridades de um empreendimento, certamente, são o corte de despesas, a gestão de recursos e manter a operação eficiente. Mas ainda mais importante, é conseguir manter as vendas ativas. 

Provavelmente a melhor estratégia em plena quarentena é pensar ações que possam ser potencializadas no meio digital. 

Veja também Como Fazer um Catálogo Digital em 9 Passos Práticos

Mas chega de conversa, veja algumas dicas para conseguir pensar estratégias e vender durante esse período de quarentena.

vendas na quarentena

1 – Explorar novas estratégias de venda

Quando pensamos em venda, ainda é forte o sentimento de contato direto com o cliente, quando você oferece um produto olhando no olho do seu cliente. Apesar de ser a forma clássica de venda, e dificilmente será superada com facilidade, ela não pode ser usada durante esse período. 

Para sobreviver ao período de quarentena, é preciso pensar muito além desse modelo pré-estabelecido. Primeiramente, lembre-se que mesmo antes da pandemia de coronavírus, as vendas pela internet já eram uma realidade, movimentando uma receita muito grande. 

De qualquer forma, é necessário ajustar-se de acordo com as circunstâncias. O distanciamento social acabou escancarando a necessidade de atendimentos à distância. Esse é o momento perfeito para ativar um modelo de vendas menos presencial, com negociações presenciais apenas quando necessário.

Momentos de crise são ideais para reciclagem de conhecimento e eliminação de vícios. 

2 – Aproveite sua base de clientes

Sua base de clientes existentes e fiéis precisam ser exploradas nesse momento. Normalmente, conseguir clientes novos já é um grande desafio, além de ser mais caro que manter e fidelizar os já existentes. Consequentemente, sua própria base de clientes pode ser um ativo valioso para obter receita. 

Sobretudo, isso pode ser feito através de campanhas de upsell ou cross sell.

  • Upsell trata-se de fazer seus clientes atuais migrarem para um plano de serviços superior. Porém, faça esse procedimento com muita delicadeza e cuidado com os seus clientes, você não quer que eles pensem que sua empresa está desesperada ou invadindo a privacidade dele. 
  • Cross sell, ou venda cruzada, é a venda de algo que não faz parte de sua grade de serviços, mas sim de algo complementar. O objetivo é oferecer melhorar a experiência do usuário com o que já tem contratado. 

3 – Presença digital 

Toda empresa tem a necessidade de um planejamento consolidado, com reservas de caixa para emergências, e uma capacidade de adaptação muito ágil. Consequentemente, o direcionamento dos investimentos para captação de clientes e divulgação da sua empresa precisam ser analisados minuciosamente. 

Apesar de muitos empreendimento focar quase que exclusivamente em investimentos em mídia offline, é preciso considerar a importância do investimento da presença da sua empresa no mundo digital. 

Nesse momento pode ser crucial apostar em canais antes pouco utilizados. O ideal é fazer testes. Observar quais conteúdos e plataformas lhe trazem um retorno melhor, quais mídias sociais geram mais engajamento, como segmentar as campanhas para que atinjam o seu perfil de cliente ideal.

Isso não quer dizer que você tem que colocar todo o seu dinheiro em mídia online, e sim, que você precisa separar verba para isso. 

4 – Redes sociais 

Neste momento, grande parte das pessoas estão presas dentro de casa, sem poder vivenciar experiências presenciais e loucas para mergulhar nas distrações das redes sociais. Ou seja, esse é um lugar que a sua empresa precisa estar em peso para ser vista. 

Apesar disso, nesse momento os seus concorrentes também estarão todos, em peso, nas redes sociais. Consequentemente, você precisa se destacar de todas as ofertas encontradas nas redes sociais. 

Sobretudo, é necessário que você faça algo nas redes sociais que gere valor, ou seja, que mostre que a sua empresa busca o bem-estar comum acima de tudo. Se você só focar em vender, de maneira escancarada, vai pegar mal e queimar a imagem da sua empresa.

Veja também 6 Dicas Para Aumentar os Seguidores do seu Instagram

A mensagem: explore ao máximo as redes sociais, pois é por lá que você vai conseguir cativar os seus clientes e conseguir novos nesses tempos de pandemia e quarentena. 

5 – Conteúdo de valor

Certamente você já ouviu falar de Marketing de Conteúdo. Basicamente é uma estratégia focada em engajar seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante e valioso.

Veja também Stories no Instagram: 9 Dicas Para o Seu Perfil se Destacar

Sobretudo, você atrai, envolve e gera valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e, assim, gerar mais negócios. Isso é ir além do produto, é mostrar que a sua marca possui valor e se preocupa com o mundo e com as pessoas. 

6 – Delivery

Por fim, uma aposta para esses tempos de quarentena é o delivery. Veja se não é possível oferecer um serviço de delivery. 

Caso a sua empresa não ofereça um serviço essencial, é possível apostar em delivery. Você pode usar o catálogo digital da StayApp, que é completamente gratuito, para que o seu cliente veja os produtos disponíveis. Além disso, os clientes poderão entrar em contato diretamente com você pelo WhatsApp. 

Certamente o delivery te ajudará a não diminuir o faturamento, uma vez que você poderá continuar entregando os seus produtos para os seus clientes.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *