Varejo e Mobile: Importância e Dicas Sobre Segmentação e Vendas!

Curtiu o post? Então compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se eu te contar que 85% dos brasileiros fazem compras no mobile, que ações sua empresa está tomando para fazer parte desse universo? O varejo deve investir nos usuários de smartphone como nunca!

Durante a temporada de compras natalinas em particular, os consumidores experimentam uma sobrecarga sensorial com todas as promoções e anúncios com os quais entram em contato. No celular, é fundamental que os varejistas direcionem todas as mensagens com base em fatores situacionais em tempo real e perfis de clientes robustos e implementem preços dinâmicos em um nível individual.

Se os profissionais de marketing promoverem conteúdo irrelevante, os consumidores perceberão isso como um aborrecimento e uma intrusão que influenciará negativamente não apenas seu comportamento de compras nas festas de fim de ano, mas também durante o ano que vem.

Os varejistas precisam começar a analisar todos os dados comportamentais (aplicativos e web), transacionais e demográficos reunidos nesta temporada de compras de fim de ano para iniciar o planejamento de segmentação criativa para a próxima temporada de compras de fim de ano.

3 dicas de segmentação de clientes

1- Pessoas que abandonaram o carrinho de compras

A análise preditiva pode antecipar quais clientes provavelmente abandonarão o carrinho, bem como qual negócio (por exemplo, “Frete grátis” ou “5% de desconto”) tem mais chances de inspirá-los a prosseguir com a compra.

2- Os viajantes solitários do shopping

Aproveitando os dados de localização e as ferramentas de automação, um varejista pode direcionar os compradores que estão em um shopping, mas ainda não entraram em suas portas com um alerta de push com uma oferta personalizada para atraí-los.

3- Compradores de última hora

Os profissionais de marketing precisam começar a se envolver com os procrastinadores habituais desde o início, recomendando itens e destacando as vendas de presentes. Enviar uma mensagem quando o indivíduo chega perto de uma loja, com um negócio personalizado, ajudará os varejistas a fechar as compras de última hora.

BÔNUS: 4 maneiras de vender mais no pós-feriado

1- Hotelaria nas férias

Aproveitando o big data, os varejistas podem prever quem provavelmente será a anfitriã durante as férias e enviar informações sobre itens de decoração, dicas de hospedagem e receitas festivas para impulsionar o envolvimento e a fidelidade. Como complemento, veja nosso Calendário de Vendas Sazonal.

2- Redes sociais

Ao contabilizar a influência social, os varejistas podem cortejar clientes com uma grande facilidade no Facebook, Twitter, Pinterest ou Instagram com ofertas e negócios especiais. Essas postagens poderiam então ser vistas por milhares de outras pessoas.

3- Compradores antecipados

Quais clientes erram por antecipar? Os varejistas devem começar a direcionar as campanhas de feriados para esse grupo, quando outros clientes podem hesitar. Algumas pessoas não se importam com as ideias de presentes de Natal em setembro, enquanto outras estremeceriam só de pensar nisso.

4- Pescadores de ofertas

Os varejistas estão sempre competindo para oferecer as melhores ofertas, especialmente na época do feriado. Os varejistas precisam segmentar seu público faminto por negócios com base nas ofertas que mais os motivam a fazer uma compra. Embora algumas pessoas fiquem entusiasmadas com o frete grátis em pedidos acima de R$100, outras se preocupam apenas com descontos em produtos domésticos.


Curtiu o post? Então compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário