Fidelização no Varejo: Saiba exatamente como fidelizar seus clientes.

Programa de fidelidade
Curtiu o post? Então compartilhe!

São tantos concorrentes no mercado que fica cada vez mais difícil se destacar dentro dele. É por isso que diversas empresas buscam novas maneiras de fidelizar seus clientes.

“Mas um programa de fidelidade não irá me trazer prejuízo?” Se você ainda tem esse pensamento, aconselho ler este artigo aqui.

A tarefa não é apenas fazer a fidelização, é manter o cliente fiel. E como muitos não sabem quais iniciativas tomarem para alcançar esse objetivo, resolvemos ajudar.

Neste artigo você irá encontrar algumas maneiras de fidelizar seus clientes no varejo e mantê-los fidelizados. Vamos lá?

O varejo cresce com desafios!

Antes de começar a fidelizar no varejo você precisa saber:

Quem você está fidelizando

O primeiro erro de muita gente ao começar um programa de fidelização no varejo é não saber para quem ele está sendo feito.

Você precisa conhecer seu o cliente.

Se eu te perguntar qual seu publico alvo você provavelmente irá me dizer:

Homens e mulheres de determinada idade, classe A,B,C ou D.

Se você determina seu público alvo pela sua própria visão já está errado.

Por isso, entender seu público é entender como ele se comporta dentro da sua própria loja.

É ai que entra a segmentação de clientes.

Como segmentar seus clientes

Como uma segmentação de cliente pode me ajudar a fidelizar clientes no varejo?

Imagine que 3 pessoas frequentem sua loja de roupa. Cada uma delas compra um jeans e vão embora.

15 dias depois, uma dessas 3 pessoas retorna.

30 dias após, outra pessoa retorna.

Restou apenas 1 cliente, e este, não retornou.

Baseado nessas informações pode-se definir 3 tipos de público dentro da sua loja.

Aqueles que gostam da sua marca e voltam em, no máximo, 15 dias.

Aqueles que provavelmente não tem sua marca como preferencia mas ainda assim voltam 40 dias após (voltam por causa de uma promoção ou preço alto na concorrência.)

E os que já foram perdidos, que não retornaram.

Agora que você tem três características diferentes, você com certeza tem uma base de clientes mais definida e segmentada.

Implementar um programa fidelidade dentro dessa base pode fazer maravilhas, como você verá no decorrer deste artigo.

Se quiser saber mais sobre segmentação de cliente, conheça nosso artigo aqui.

Criando um programa de fidelização no varejo

Agora que você tem um público definido e segmentado, é hora de implementar um programa de fidelização.

Primeiro você deve se perguntar, qual o objetivo do meu programa de fidelização?

  • É aumentar minhas vendas no varejo?
  • É reter meus clientes?
  • É gerar mais indicação?

Tudo começa na definição de um objetivo.

A partir dai, é hora de definir como essa fidelização será realizada.

Papelzinho? Acho que não.

Hoje em dia tudo é feito de forma automática por plataformas inteligentes como a StayApp. Clique aqui e descubra!

Nela, o simples numero de telefone já coloca o seu cliente na base, e dentro dela, várias estratégias podem ser feitas para manter o seu cliente fiel.

Veja:

Maneiras de manter seu cliente fiel no varejo

Agora que você iniciou sua fidelização no varejo é essencial que você mantenha seu cliente fiel.

Isso pode ser feito de diversas formas, confira:

Tipos de pontuação

Caso você escolha um sistema de pontuação para bonificar seus clientes, você, antes de mais nada, deve considerar seu ticket médio.

Veja bem, se você tem uma sorveteria e opte por fazer um acúmulo de valor onde o cliente deve consumir R$1000 para ganhar 1 sorvete pela casa, isso não iria fazer o menor sentido.

Além de ser uma meta quase impossível de se alcançar, isso irá desmotivar ainda mais seu cliente de participar do seu programa de fidelização.

Portanto, crie metas e pontuações realistas.

Promoções segmentadas

Lembra que nem todo cliente seu é igual?

Por isso, é necessário que você trate sua segmentação de forma diferente.

Um cliente que não retorna a mais de 50 dias no seu estabelecimento merece um desconto de incentivo para retornar, não acha?

Já os que vão constantemente a sua loja, consomem mais, acumulam pontos e trocam em brindes/promoções/serviços que você estabeleceu.

Mas como você irá se comunicar com quem, há tanto tempo, não retorna ao seu estabelecimento?

Comunicação

Existem diversas formas de se comunicar com clientes que não voltam ao seu estabelecimento.

Você pode tentar se comunicar com ele por meio das redes sociais, mas isso poderá não ser tão eficaz.

E você, também, pode mandar uma mensagem SMS personalizada para ele. O que tem muito mais chance de retorno para o seu negócio.

No StayApp você pode automatizar esse processo da seguinte forma:

Cada cliente que não retorna a X dias na sua loja irá receber uma mensagem dizendo que o cliente tem 20% de desconto( ou voucher/cupom de X R$) validos por 3 dias.

Dessa forma, toda vez que um cliente se tornar perdido ele irá receber um incentivo para retornar ao seu estabelecimento e, consequente, gerar retorno financeiro para você.

Ideias para brindes

Nada adianta um programa de fidelidade se ele não trazer nenhum beneficio para o cliente.

É necessário que você dê bons prêmios para sua clientela para que eles sempre fiquem motivador a comprar de você e ganhar por isso.

Caso você não saiba como premiar seus clientes, confira nosso artigo sobre dicas de Ideias de Brindes, tenho certeza que algum deles irá te inspirar.

Conclusão

Espero que esse artigo te ajude a começar um programa de fidelidade no varejo.

Ainda que breve, tentamos colocar um pouco de cada processo para que você pelo menos saiba como funciona a fidelização no varejo.

Se quiser ler mair artigos como este, clique aqui.

Até a próxima.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *