Desdobramento de Metas: Importância, Divisão e Metodologia!

desdobramento de metas
Curtiu o post? Então compartilhe!

Todo empreendimento precisa ter as suas metas bem definidas, da forma mais clara a plausível possível. Elas são as responsáveis por apontar a direção que a empresa deve seguir, ajudando a definir estratégias. 

Apesar disso, existe uma distância enorme entre as metas e a realização das mesmas. Consequentemente, é necessário uma tradução das metas que alcancem todos os cantos da empresa. Isso é chamado de desdobramento de metas. 

Em resumo, o desdobramento de metas é a materialização das metas em ações, transpondo as estratégias do mundo das ideias para o mundo real. Ou seja, é preciso desdobrar as metas nas dimensões tática e operacional da gestão

Para facilitar sua leitura separamos o artigo nos seguintes tópicos:

Importância do desdobramento de metas

Quando pensamos nas metas de uma empresa, elas estão dividas em curto, médio e longo prazo para a realização. Todas essas etapas, quando juntas, definem onde a empresa quer e precisa chegar. 

Para que todas essas metas sejam alcançadas, não é só o empreendedor que precisa trabalhar. Toda a equipe, de todos os setores, precisam trabalhar em ressonância para que os objetivos sejam alcançados. 

Isso só é possível se todos os membros de uma empresa estiverem alinhados com o objetivo a ser alcançado. Dito isso, fica claro a importância do desdobramento de metas para a empresa. 

O desdobramento de metas é praticamente um mapa para todos os setores de uma empresa. Esse mapa, que é único para cada área, mostra os caminhos a serem tomados para alcançar as metas. 

Em resumo, qual a importância disso? Com o desdobramento de metas, cada integrante de equipe sabe exatamente o que fazer, tendo consciência das estratégias e dos objetivos a serem alcançados. 

Divisão do desdobramento de metas

Para que o desdobramento de metas seja completamente eficiente, é necessário dividi-lo por hierarquia. Veja os três níveis a seguir:

1 – Objetivo estratégico

Primeiramente, os objetivos estratégicos são os grandes objetivos da empresa, normalmente de longo prazo. São, basicamente, a tradução da visão da empresa em metas. 

Em resumo, é o objetivo estratégico que permite a empresa alcançar a visão e cumprir a missão da empresa. 

O objetivo estratégico é formado pela diretoria da empresa e pelos responsáveis pelo planejamento estratégico. Esse é o objetivo mais abrangente de toda a empresa. 

2 – Objetivo tático 

O objetivo tático, assim como o operacional, já é um desdobramento do objetivo estratégico. Ele é um tipo de objetivo a médio prazo, que garante o cumprimento do objetivo estratégico. 

Ele costuma ser composto pelas gerências da empresa, ou seja, são os objetivos de cada departamento. 

3 – Objetivo operacional 

Por fim, o objetivo operacional é aquele cumprido a curto prazo, ou seja, que tem as metas alcançadas no menor número de dias possíveis. Elas são as mais simples e mensuráveis. 

Sobretudo, ele é formado por todos os outros colaboradores da empresa. Seus objetivos são mais específicos e seus resultados são observados a curto prazo. Em resumo, esse nível está no dia a dia, nas pequenas coisas. 

Metodologias de desdobramento de metas

Colocar o desdobramento de metas em prática não é algo muito complicado, uma vez que existem metodologias próprias para isso. Basicamente, existem três tipo de metodologia. 

Cada uma delas possui vantagens e desvantagens, e por isso, é preciso fazer a escolha de acordo com a proposta e as metas da empresa. Ou seja, cada caso é um caso. 

Enfim, reunimos as três metodologias de desdobramento de metas para você conhecer e descobrir qual encaixa melhor na sua empresa!

1 – Balanced Scorecard (BSC)

Certamente o Balanced Scorecard, ou simplesmente BSC, é um dos mais respeitados métodos de desdobramento de metas. Primeiramente, ele foi desenvolvido por professores da Harvard Business School.

Em resumo, o BSC tem como principal objetivo o alinhamento entre a estratégia da empresa e todas as suas atividades operacionais. A sua visão contempla todas as perspectivas da empresa. 

Por essa razão, é prioridade da metodologia dar prioridade para as metas e todos os indicadores envolvidos. São eles que comunicam aos colaboradores sobre o andamento de determinada meta.

2 – Key Performance Indicator (KPI)

Esta metodologia se concentra na forma como a tarefa é realizada, provendo indicadores quantitativos. O índice pode retratar o andamento tanto de partes do processo como de sua totalidade.

3 – Objective and Key Results (OKRs)

Por fim, o Objectives and Key Results, ou simplesmente o OKR, foi criada pela Intel. Apesar disso, ganhou popularidade ao ser implementado pelo Google em 1999.

Quando o assunto é OKR, os objetivos são o resultado que se deseja atingir, enquanto os Resultados Chave são as métricas ou indicadores que irão definir se este objetivo foi atingido.

Essa metodologia de desdobramento de metas facilita o seu processo de desdobramento dos objetivos organizacionais e a comunicação para todos da empresa.

Princípios essenciais

Independente da metodologia que você escolher, alguns princípios devem nortear a escolha. Veja os principais exemplos:

  • O desdobramento deve acompanhar indicadores e metas;
  • Indicadores devem estar alinhados com os objetivos do planejamento estratégico;
  • É importante propor um sistema de incentivo para o atingimento das metas;
  • A proposta de valor deve sempre estar em foco;
  • Os desdobramentos precisam servir como base para auxiliar a gestão dos líderes;
  • A comunicação deve ser um aspecto trabalhado em todos os níveis.

Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *