quinta-feira, setembro 02, 2021
Controle financeiro: por onde começar?

Controle financeiro: por onde começar?

Empreendedorismo
Curtiu o post? Então compartilhe!

Você sabe por onde começar a fazer a gestão financeira do seu negócio? Controlar as finanças da empresa é extremamente importante para ter consciência da situação financeira real que a empresa se encontra. Através desses dados, o empresário poderá definir qual é o melhor momento para realizar determinados investimentos.

Mas nem sempre os empreendedores sabem da importância de realizar essa tarefa e mesmo quando sabem, muitos não conseguem definir por onde começar quando se trata de organizar as finanças da empresa. Por esse motivo, hoje vamos te mostrar passo-a-passo como começar a realizar o controle financeiro do seu negócio.

1º – Passado, presente e futuro.

O primeiro passo é analisar os gastos realizados no presente, em seguida é necessário olhar para o futuro e analisar todos os gastos já assumidos para o futuro da sua empresa, aproveite para tentar prever gastos que você poderá ter no futuro. Por último, mas não menos importante é necessário olhar para o passado financeiro da sua empresa.

A dica aqui é anotar todas as suas contas a pagar e a receber de hoje em diante, e depois de ter feito isso, anote todas as movimentações que aconteceram de hoje para trás..

Responda as quatro perguntas a seguir para todas as movimentações financeiras que você precisar fazer:

1) Quanto eu ganhei ou gastei?
2) Quando foi ou será o gasto ou ganho?
3) Para quem foi esse gasto ou ganho?
4) Porque foi esse gasto ou ganho?

Respondendo essas perguntas você conseguirá obter informações suficientes para tomar decisões mais acertadas na sua empresa. Não se esqueça de anotar todas as movimentações financeiras com suas características.

2º – Entenda o seu negócio.

Cada empresa é um negócio único (mesmo sendo empresas do mesmo segmento), cada empresa está em um contexto diferente, com um conjunto de pessoas diferentes e com objetivos diferentes, então é fundamental entender o seu próprio negócio.

Clique aqui e baixe gratuitamente o ebook “Profissional Autônomo: Como fidelizar seus clientes”.

Dessa forma o controle financeiro e as informações que você registra nesse controle deve fazer sentido para a sua empresa. Nem sempre uma receita pronta de controle financeiro que funciona para outras empresas, vai funcionar para o seu negócio. Entenda a particularidade do seu negócio e faça o exercício diário de entender como se dá as relações dentro da sua empresa.

A dica aqui é começar com informações simples e ir adicionando características aos gastos a medida que elas façam sentido para você.

Dessa forma você conseguirá ir medindo a necessidade de cada item do seu controle.

3º – Agrupe as movimentações financeiras.

Vá agrupando as movimentações financeiras relacionadas para ter uma visão geral de quanto cada tipo de serviço movimenta dentro da sua empresa. Por exemplo: se você gasta um determinado valor contratando um tipo de serviço para realizar um outro serviço que gera um valor de receita para a sua empresa, tanto gasto que você faz, quanto o valor que você ganha nesse serviço devem ficar agrupados. Dessa forma você saberá quanto um tipo de serviço que você presta movimenta. Isso é chamado de “centro de custo e lucro”.

É o nível de detalhamento que você dá para a sua movimentação financeira que vai definir o resultado que você terá a partir desses registros. Adicione as características que julgar necessárias para ter mais informações na hora da tomada de decisão.

4° – Crie gráficos para fazer análises das suas movimentações financeiras.

A partir desses registros crie gráficos para fazer análises das suas movimentações financeiras. Dessa forma você poderá identificar os picos de despesas e poderá se programar melhor.

Com os gráficos você poderá também identificar qual serviço tem mais gastos e qual tem mais receita. Assim, você poderá analisar qual serviço está te dando prejuízo mais rapidamente.

Os gráficos são muito úteis para as tomadas de decisão e para se antecipar e se programar para possíveis gastos em períodos com pouca receita.

5º – Crie um fluxo de caixa anual.

Essa ferramenta te ajuda a ter uma visão clara dos meses mais críticos para a sua empresa e os meses em que você poderá fazer aquisições com maior tranquilidade.

Com um fluxo de caixa anual você pode se preparar para o período negativo que a sua empresa enfrentará e poderá passar por esses períodos sem tantos problemas.

O fluxo de caixa anual proporciona um panorama geral da sua movimentação financeira dentro do ano, assim todas as decisões que você tomar dentro da empresa serão mais acertadas, evitando investimentos errados em momentos errados.

O sucesso empresarial está ligado a uma série de fatores não somente financeiros, contudo o controle financeiro é fundamental para alcançar o sucesso.

Clique aqui e veja como criar programa de fidelidade: do zero ao cliente fiel tudo o que você precisa saber

Mais dicas para crescer o seu negócio? É só clicar aqui para ler mais artigos relacionados.


Curtiu o post? Então compartilhe!

1 thought on “Controle financeiro: por onde começar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *