como vender comidas online

Como vender comida pela internet: 7 dicas para começar seu negócio

Delivery Empreendedorismo

A internet se tornou um verdadeiro comércio. Hoje é possível comprar praticamente qualquer coisa online, inclusive os mais variados tipos de comida. O serviço de delivery cresceu de forma exponencial na pandemia e muitas pessoas aproveitaram para iniciar o tão sonhado próprio negócio.

Se você também busca começar a vender comida pela internet, porém, ainda não sabe exatamente qual caminho seguir, comentamos um pouco esse processo. Confira!

O que você precisa saber para vender comida pela internet

1 – Defina sua linha gastronômica

O primeiro passo é saber com qual tipo de comida você pretende trabalhar. O campo alimentício possui uma vasta variedade, por isso, é muito importante você escolher e focar em um. Alguns setores para levar em consideração são:

  • Gourmet
  • Artesanal
  • Produtos caseiros
  • Produtos veganos
  • Produtos organicos
  • Restrições alimentares como sem glúten, sem lactose, zero açúcar, entre outros
  • Gastronomia Sustentável

2 – Faça pesquisa de mercado

Quando decidir qual ramo seguir na venda de comida pela internet, o recomendável é fazer algumas pesquisas de mercado, para entender como as empresas operam e também sonda o público-alvo. Sendo assim, busque por

  • Empresas do mesmo nicho que atuam na sua região
  • Como funciona o atendimento
  • Quais os meios de divulgação
  • Quais são seus diferenciais
  • O que eles oferecem que mais agrada o público

3 – Elabore um planejamento

Com algumas informações já em mãos, o próximo passo é fazer um planejamento do que irá precisar para abrir seu novo negócio. Estruturar desde os fornecedores até o meio de entrega. Veja a seguir uma sugestão de como iniciar o planejamento.

Produção

  • O que você quer vender?
  • Quanto deseja produzir diariamente?
  • Vai precisar de um auxiliar de cozinha ou vai cuidar de tudo sozinho?
  • Quais bairros ou regiões deseja atender?
  • Quais formas de divulgação utilizará?
Leia também:  13 Ideias de promoção para Restaurantes: Saiba Como Aumentar suas Vendas

Estrutura

  • Área para produção
  • Bancada com computador para recebimento de pedidos e emissão de notas
  • Local de despacho de pedidos prontos
  • Depósito
  • Sanitário

Equipamentos

  • Mesa de produção
  • Bancada
  • Fogão, forno, micro-ondas e, em alguns casos, chapa
  • Geladeira e freezer
  • Armários, prateleiras e estantes
  • Utensílios de cozinha
  • Liquidificador industrial
  • Mixer
  • Computador, impressora e máquina de cartão
  • Ar-condicionado ou ventilador

Fornecedores

  • Busque produtos e produtores de qualidade
  • Procure saber a procedência
  • Opte por produtos orgânicos
  • Conheça as formas e facilidades de pagamento
  • Busque comprar grandes quantidades por preços mais acessíveis
  • Informe-se sobre o histórico do fornecedor
  • Compare fornecedores antes de fechar qualquer parceria

4 – Aja dentro da lei

Mesmo que seu empreendimento seja pequeno no começo, o mais importante é agir de forma legal. Por isso, formalize sua empresa, pois assim, haverá mais segurança tanto para você quanto para o seu cliente.

Você pode abrir um MEI no Portal do Empreendedor, por meio dele, sua empresa terá CNPJ e certas vantagens no comércio. Além dele, dependendo do estilo do seu negócio, você também poderá tirar licenças como:

  • Alvará de Funcionamento, na prefeitura;
  • Licença Sanitária, na Agência Nacional de Vigilância Sanitária; e
  • Vistoria e observância às normas de segurança, no Corpo de Bombeiros da cidade.

5 – Escolha a embalagem certa

Trabalhar com delivery requer certos cuidados essenciais, como escolher a embalagem ideal para seu produto. Uma que conserve a temperatura da comida, sua organização, assim como uma que ofereça segurança na hora do transporte. Ou seja, ela precisa ser resistente eficaz.

6 – Estabelece sua plataforma de venda

Dentre as melhores opções para comercializar sua comida online, é possível escolher três caminhos: e-commerce, redes sociais e aplicativos.

Leia também:  10 Decisões Que Podem Prejudicar o Seu Negócio!

No primeiro você venderá pelo seu próprio site, o qual precisará ser responsivo, leve e fácil de navegas. Já no segundo, basta criar um perfil no Instagram, disponibilizar o contato e expor seus produtos no feed.

Por fim, caso queira trabalhar com aplicativo, você poderá ter um exclusivo do estabelecimento ou ser filiado de app como iFood e UberEats. Esses, por sua vez, além de uma mensalidade, cobram uma porcentagem por pedido realizado, que varia entre 10 a 30 %.

7 – Se mostra para o mundo

Seu negócio precisa ser visto, senão, como as pessoas vão saber dele? Entenda, não basta apenas abrir um delivery, uma porta num lugar da cidade ou se inscrever em algum aplicativo de entrega. Ou criar o seu. É preciso ter campanhas, promoções, conhecer o público-alvo, interagir com ele e chamar atenção. Contratar uma boa agência ou profissional do meio é um investimento mais que necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *