Como Montar Uma Loja de Doce Em 5 Passos Simples e Práticos

como criar uma loja de doces
Curtiu o post? Então compartilhe!

Uma loja de doces é uma das melhores ideias de negócio, principalmente em tempos de crise. O principal motivo é o baixo custo de investimento inicial. Existem relatos de empreendedores que conseguiram fazer um investimento inicial de apenas dez mil reais. 

Acima de tudo, pode ser um negócio altamente rentável. E o motivo, todo mundo sabe: as pessoas gostam de adoçar a vida com um belo chocolate, uma bala, um chiclete, um pirulito, ou até mesmo deixar o dia mais leve com um salgadinho ou um biscoito.

Se o empreendedor tiver visão, o negócio pode ser muito lucrativo. Por exemplo, se o dono tiver o feeling de abrir a sua doceria perto de um restaurante self service e prato feito, que lota na hora do almoço no meio de semana, certamente contará com clientes em busca de um docinho depois do almoço.

Além disso, uma verdadeira loja de doces (que pode ter um estilo gourmet, como está na moda atualmente) precisa de muitas opções de guloseimas para os clientes. Não adianta abrir um comércio do tipo sem uma verdadeira variedade de doces. 

Dito isso, você gosta da idéia de abrir uma loja de doces? Reunimos várias dicas importantes para montar o comércio. 

Como montar uma loja de doces em 5 passos simples:

1 – Localização

Como já foi dito, na introdução deste artigo, a localização da loja de doces é fundamental para o futuro sucesso do mesmo. Ou seja, o ideal é que ela esteja próxima a restaurantes que oferecem almoço em centros comerciais, dessa forma, a loja será referência para “sobremesa”.

Apesar disso, existem outras possibilidades. O comércio de doces também pode estar em qualquer outro lugar muito movimentado. Ela pode estar localizada, por exemplo, em grandes calçadas movimentadas, próximo a escritórios, próximo a escolas. Nesses locais, as pessoas irão pegar um chocolate, bala, doces, etc. 

Sobretudo, lembre-se que estamos falando de vias movimentadas com pessoas, e não grandes avenidas movimentadas apenas com carros. 

Em resumo, o primeiro passo para montar uma loja de doce, é o local onde ela ficará. 

2 – Produtos

Como também já adiantamos, o comércio de doces exige uma variedade muito grande de produtos. Alguns empreendimentos do tipo podem chegar a ter uma variedade de quatro mil produtos. Ou seja, nada de economizar na compra do estoque. 

Além disso, tamanha variedade, irá exigir uma boa organização e um certo espaço. Acima de tudo, o gerenciamento das categorias torna a loja mais acessível para os clientes. Em resumo, tudo tem que ficar no setor separados por tipo de produtos. 

Uma boa opção de organização, pode ser a seguinte:

  • Departamento fitness, onde pode conter produtos sem lactose, sem glúten e sem açúcar;
  • Departamento de biscoito, com biscoitos e bolachas em geral;
  • Departamento de produtos matinais;
  • Departamento de doces, com tudo o que for doce; 
  • Departamento de guloseimas, ou seja, chiclete, balas e pirulitos;
  • Departamento de produtos laticínios: Danone, iogurte, leite etc;
  • Departamento de chocolate, com todo tipo de chocolate;
  • Departamento de salgadinhos.

3 – Preços baixos e promoções

Esse tipo de comércio possui muita concorrência, ou seja, existem outras docerias explorando promoções e preços baixos que podem deixar os clientes muito satisfeitos. Consequentemente, você também precisa pensar em como serão os valores na sua loja para enfrentar a guerra dos preços. 

Para chamar a atenção dos clientes que passam na rua, deixe as promoções, os preços mais baixos, expostos na entrada da loja. Além disso, separe algumas gôndolas e deixe em evidência na porta da loja, com os preços escritos de forma bem grande e visível.

Como todo tipo de comércio, sempre de preferência para números quebrados, assim vai dar uma percepção que o cliente estará economizando. Certamente, essa é uma isca que vai dar certo.

Por fim, também tenha produtos a disposição na boca do caixa, esse é um ótimo segredo comercial. Deixe produtos de giro rápido, como bombons, chocolates pequenos, balas e chicletes, como também outros produtos mais baratos.

4 – Fornecedores

Esse é um dos principais pontos para você que está querendo investir nesse tipo de negócio: encontrar fornecedores. 

Primeiramente, pesquise em atacados, pois estes possuem bons preços para quem quer comprar em grandes quantidades. Outra opção é buscar em cidades com vendas fortes em doces, próximo a sua região.

Além disso, outra possibilidade é conseguir fornecedores pela internet. Você pode falar direto com as marcas que gostaria de revender. Ou seja, peça a elas os representantes de sua região.

Uma dica extra é comprar apenas o básico no ínicio. No começo, você ainda não sabe o volume de venda. Portanto comece devagar, mesmo que os vendedores das fornecedoras digam para você comprar mais.

5 – Inovação

Provavelmente todo mundo sabe o que irá encontrar em uma loja de doces, aliás, o nome já diz. Apesar disso, existem formas de sair do comum e inovar. Acima de tudo, inovar é sempre uma boa opção. 

Além dos doces tradicionais que estamos acostumados a encontrar, é importante ter novidades. Por exemplo, uma ideia é ter doces caseiros. Eles costumam ser mais saudáveis, mais saborosos e agregam um valor enorme para o negócio.

Além disso, é importante ficar atento também às novidades em toda a parte do mundo e sempre saia na frente da sua concorrência.


Curtiu o post? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *