Como criar um cartão de fidelidade

5 (100%) 4 vote[s]


Depois de criar o seu produto ou serviço e começar a gerar receita com seus clientes, você pode começar a pensar em criar um cartão de fidelidade para os seus clientes.

Não importa qual seja a sua indústria ou negócio, você sempre pode encontrar uma maneira de recompensar os seus clientes pela lealdade dos mesmos com benefícios adicionais e bônus exclusivos.

Provavelmente, você já deve ser um membro de algum programa de fidelidade como por exemplo, um programa de milhagem de passageiro frequente ou um programa de bônus por indicação de cliente. E estes são só alguns exemplos.

Em um mercado cada vez mais competitivo e lotado, os programas de fidelização de clientes pode ser o que o diferencia dos seus concorrentes.

Os membros de programas de fidelidade costumam gastar até 18% mais do que outros clientes, mas essa não é a única razão para iniciar um programa.

Confira abaixo algumas dicas de como criar um cartão fidelidade e se destacar da sua concorrência.

Como funciona um cartão fidelidade?

Refere-se basicamente a uma vasta gama de premiações para os clientes frequentes, e funciona por meio de um sistema de pontuação, onde quanto mais a pessoa consome seus produtos ou serviços, mais ela ganha pontos que podem ser trocados futuramente por outros produtos de forma gratuita. E tudo fica armazenado em um cartão fornecido pelo estabelecimento.

Desta forma, a empresa passa a conquistar um número de clientes cada vez maior, e o melhor, clientes recorrentes que voltarão ao seu estabelecimento para consumir seu produto/serviço com a finalidade de adquirir uma maior pontuação para trocar em prêmios.

Dicas de como criar um cartão fidelidade

Agora que você já conhece o que é um cartão fidelidade, assim como o seu mecanismo de funcionamento, precisamos entender como aplicar esta metodologia na sua empresa, para reter clientes de forma mais eficiente.

  • Defina o seu objetivo

O primeiro passo e um dos mais primordiais neste processo é a definição dos objetivos. Pergunte-se o que você quer alcançar ao criar um cartão fidelidade, deseja reter seus clientes ou deseja adquirir cientes? Quer trazer mais clientes através de indicações? Ou quer aumentar o faturamento em vendas?

Respondendo estas e diversas outras perguntas, você passará a ter condições de começar a tirar o cartão fidelidade do papel e transformá-lo em realidade dentro da sua empresa.

Conheça o cliente

Tirar do papel e criar o cartão fidelidade não é o suficiente para conseguir reter clientes. Para realmente atrair o consumidor para o seu produto/serviço é necessário conhecer a fundo o seu cliente, como quais são suas necessidades e principalmente suas principais preferências.

Com isso, é possível oferecer as promoções e ofertas ideais em seu cartão fidelidade e que realmente vão deixar sua clientela satisfeita com o serviço e o atendimento prestado.

  • Crie um nome atrativo

O nome que você vai colocar em seu cartão fidelidade deve ser bem elaborada de uma forma que chame atenção do seu cliente. Por isso é essencial que o seu processo de atração comece pelo nome atribuído a ele.

Se reúna com sua equipe e opte por contratar um designer especialista em cartões, desta forma você estará trabalhando com um especialista no assunto que pode inclusive te ajudar no layout, obviamente você gastará um pouco mais de dinheiro, mas economizará seu tempo.

  • Escolha uma gratificação interessante

Você e sua equipe precisam definir as recompensas dadas aos clientes, sejam elas viagens, prêmios, descontos entre outras. O ideal é estudar qual é a mais viável,e principalmente a que te traga um maior retorno financeiro.

Fazer seus clientes se sentirem especiais é sempre o mais importante, por isso, não ofereça prêmios aleatórios e que não sejam atraentes aos olhos dos consumidores, você precisa bolar algo atraente e que faça o consumidor sentir desejo pelo o que ele pode ganhar.

  • Defina a quantidade de pontos necessários

Você precisa delimitar um número de pontos que o cliente precisa atingir para ganhar determinadas recompensas.

É fundamental não criar exageros e coisas que sejam quase impossíveis de o cliente realizar, desta forma, invés de estar atraindo clientes você estará assustando os mesmos e irá perder sua clientela, portanto, opte por pontuações justas, tanto para o cliente quanto para o seu negócio.

  • Crie um sistema de pontuação

Existem várias formas de criar um sistema para armazenar a pontuação dos seus clientes.

Pode ser através de um cartão magnético, ou até mesmo um cartão de papel. Algumas empresas utilizam cartão magnético para contabilizar a pontuação do cliente. Outra opção viável é o cartão de papel, que vai recebendo carimbos conforme as compras do seu cliente.

Mas se você quiser também, pode fechar uma parceria com o StayApp, um aplicativo revolucionário que contabiliza os pontos de seus clientes através de um aplicativo de celular, e o melhor de tudo, alerta os clientes quando estiverem muito tempo sem visitar o seu estabelecimento.

  • Facilite a entrega da premiação

Sempre opte por oferece uma boa experiência para o seu cliente, desde o primeiro contato até o último.

Por isso, quando o consumidor atingir os objetivos e realmente tiver direito ao prêmio, não dificulte as coisas, simplesmente entregue, desta forma ele ficará contente e com certeza continuará sendo seu cliente para almejar prêmios maiores.

  • Segmente por categorias

Outra boa opção é fazer a segmentação dos seus clientes criando categorias, assim como os bancos e companhias aéreas costumam fazer com seus clientes.

Avalie o nível de fidelidade do seu cliente e coloque ele na categoria ideal de acordo com o perfil do mesmo.

Desta forma você pode criar nomes e siglas como gold, prata, diamond, entre outros. E desta maneira, oferecer vantagens exclusivas para cada uma.

Assim você estará fidelizando o seu cliente e estimulando que ele suba de categoria para ter mais vantagens.

  • Treine seus colaboradores

Este é com toda certeza um ponto fundamental. Treine seus funcionários e colaboradores de forma que eles divulguem ao máximo os seus planos de benefícios e de vantagens

Isso é muito importante pois muitas vezes os funcionários deixam de oferecer os benefícios para os clientes, perdendo assim a chance de conseguir fidelizá-los, pois sequer sabem da existência do programa.

Desta forma, toda a criação, desenvolvimento e gastos envolvidos para lançar o cartão fidelidade, serão ineficazes.

CONCLUSÃO

Os custos de tudo que foi dito acima devem ser observados com atenção, pois de nada adianta oferecer tudo isso aos seus clientes se você estará afundando a sua empresa aos poucos.

Desta forma, sempre verifique o custo-benefício disso tudo de forma a determinar se criar um cartão fidelidade vai ou não valer a pena para o seu negócio, de acordo com o perfil da sua empresa.

Tenha em mente que ter um cartão fidelidade ajuda a fortalecer empresas de quase todos os ramos, então a grande questão não deve ser se criar um cartão de fidelidade vai ou não ser benéfico para sua empresa e sim como criar um da melhor maneira possível, que tanto ajude seus clientes como também aumente seus lucros.

Mais dicas para crescer o seu negócio? É só clicar aqui para ler mais artigos relacionados.

1 Comentário

  1. Gostou do Post ? Nos ajude vontando nas estrelas AQUI ABAIXO ☟

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *