A importância da música no ponto de vendas: como usar a sonorização para vender mais

Tudo que está dentro do seu estabelecimento influencia na atitude dos clientes, no humor dos vendedores e consequentemente nas vendas, desde o cheiro da loja até os sons que as pessoas escutam dentro do estabelecimento.

Muitas pessoas subestimam o poder da música, inclusive alguns lojistas que se preocupam com cada detalhe visual da loja, mas acabam cometendo grandes erros quanto a qualidade sonora. Uma boa música pode se tornar a identidade e o diferencial da sua loja, mas cuidado para não confundir qualidade sonora com gosto musical.

A música no ponto de venda mexe com emoções e sentimentos dos clientes, influenciando diretamente os estímulos corporais e percepções dos clientes no ambiente de compra.

A música influencia o cliente em cinco âmbitos: bem-estar, percepção dos elementos extras no ponto de vendas, tempo de permanência na loja, disponibilidade para procurar informações e potencial de recomendação para amigos e familiares.

Mas é claro que quando falamos de músicas esbarramos em um ponto complicado: o gosto pessoal de cada pessoa. Como agradar tantas pessoas diferentes que transitam pelo seu ponto de venda?

Nesse caso a escolha correta vem de muita análise e percepção sobre o comportamento humano. Você precisa primeiramente conhecer o seu cliente, inclusive os hábitos e gostos dele, principalmente o gosto musical. Tente ver a sua marca como uma pessoa, depois tente imaginar quais seriam as músicas preferidas dela.

Depois de imaginar esse gosto musical faça uma seleção de músicas lentas e uma seleção de músicas mais aceleradas. Comece então a aplicar esses ritmos diferentes em momentos adequados.

#DICA

Em momentos de grande movimento em que é preciso estimular a compra rápida e aumentar a rotatividade das pessoas coloque a seleção de músicas aceleradas. Já em momentos de pouco movimento, você precisa estimular a permanência do cliente por mais tempo dentro do estabelecimento, por isso é necessário desacelerar, nesse momento coloque a seleção de músicas lentas.

Mas só a música não pode ser a salvadora de vendas do estabelecimento, ela é parte de todo um ambiente que precisa estar equilibrado. Tudo no ambiente do seu estabelecimento precisa estar em sintonia, lembre-se de colocar um tipo de música que combine com a essência da sua loja, que converse com os produtos e com a decoração também. Tudo precisa estar em harmonia.

A ambientação adequada pode gerar muitas vendas, mas não se esqueça que a música não tem o poder de hipnotizar o seu cliente, ela é apenas uma parte de um todo que tem muito potencial para alavancar muitas vendas, se usado do jeito correto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *